segunda-feira, 26 de julho de 2010

MASSAGEM AYURVEDA (AYURVÉDICA)

MASSAGEM AYURVEDA
Há milhares de anos, em diversas tradições e culturas, a massagem é utilizada como fonte de cura, saúde e harmonia. Numa rápida passada em qualquer livraria no Brasil encontramos diversos livros especializados em massagem, mais somente nos últimos anos é que a grande maioria da população Brasileira começou a ouvir falar da massagem originaria da Índia ou conhecida como ayurveda (ayurvédica). Ainda não encontramos material rico sobre o assunto no Brasil, somente material que mais confunde o leitor do que ajuda no entendimento do assunto, e é exatamente isso que eu estarei tentando explicar melhor.

Na Índia a massagem é aplicada como hábito cultural diário, a massagem faz parte inerente da vida, da cultura, desde o nascimento, os casamentos e antes da morte. É muito comum vermos famílias aplicando massagem nos seus familiares assim como nas ruas, nas calçadas e nos templos, como algo diário e fazendo parte do cotidiano. A massagem Ayurveda é originada na sabedoria milenar da Medicina Ayurveda. Medicina originaria e baseada nos milenares livros denominados VEDAS. O ayurveda em sua abordagem terapêutica utiliza diversos procedimentos tais como: plantas medicinais, dieta, exercícios físicos (asanas de yoga), meditação, astrologia védica (hindu), aromaterapia, gemoterapia (metais e gemas), cirurgia, psicologia, procedimentos de desintoxicação (Pancha Karma) e os Purva Karmas que é onde se encaixa a massagem ayurvédica como um de diversos procedimentos.

Nos dias atuais a grande população das principais nações do mundo, buscam um resgate da harmonia entre corpo e mente, que través de mals hábitos e um estilo nada saudável de vida durante muitos anos acabou se perdendo. O ayurveda e outras formas medicinais orientais trazem exatamente essa harmonia tão procurada pelos ocidentais.

Segundo o ayurveda onde há harmonia existe saúde, onde há desarmonia, existe há doença. A palavra harmonia, neste contexto, refere-se à integração que temos com o meio ambiente (natureza), através de nossos 05 sentidos. “Saúde é um estado de bem-estar físico, mental e social completo e não meramente a ausência de doenças”OMS - Organização Mundial da Saúde - Sem analisar o ser humano por completo, nossa saúde enfraquece e aparecem as doenças. O que infelizmente aconteceu com o decorrer do tempo e de estudos avançados da medicina moderna, é que o individuo é visto em partes e não por completo como no ayurveda e na medicina chinesa, que analisam o ser humano como ser individual e único.

No ayurveda o homem não só faz parte da natureza como vive em harmonia com ela 24 horas por dia. O ayurveda é baseado na construção do ser humano a partir dos cinco elementos fundamentais “Pancha Maha Bhutas” (fogo, terra, água, ar e éter ou akasha). Estes elementos expressam-se no organismo numa forma condensada, gerando três modelos constitutivos básicos que correspondem aos humores biológicos conhecidos como doshas (código energético original) ou tridoshas, conhecidos como: Kapha, Pitta e Vata.
A massagem ayurveda (ayurvédica) pode ser aplicada em qualquer pessoa, portanto que seja definido anteriormente o biótipo (dosha) da pessoa que irá receber o procedimento, para o caminhar tranqüilo do atendimento o profissional deve estar informado a respeito do estado de saúde real do seu cliente, para que assim possa estar realizando um trabalho harmonioso e alcançar os resultados adequados.
De acordo com os ensinamentos ayurvédicos a massagem é recomendada como prática diária, assim como comer e dormir. Ela equilibra o corpo e a mente, atuando nos níveis físico e psíquico.
O hábito regular da massagem vitaliza o sistema circulatório, aumentando a circulação dos fluídos vitais e as trocas em nível celular, ajudando a remover toxinas, melhora a pele, músculos e nervos, oxigena as células, auxiliando corpo e mente a obter e manter equilíbrio e saúde. Promove uma respiração mais profunda, atua no sistema linfático, sanguíneo e nervoso, estimula o intestino sendo excelente para prisão de ventre é anti radicais livres, melhora o apetite e ajuda o sono profundo. O sistema linfático aumenta a circulação em até seis vezes após a massagem.
Importantes enzimas que compõem a linfa, como a histaminase, e neurotransmissores, como a serotonina, fundamentais para o relaxamento muscular e nervoso, são liberadas em profusão durante a massagem. A obstrução do fluxo de prana (energia vital) no organismo são as causadoras da maioria das dores pela visão do ayurveda.
A fricção que é causada durante a massagem, gera calor no organismo e automaticamente a desobstrução destes canais e existe assim a liberação do fluxo, aliviando dores, tensões e um melhor fluxo energético no organismo. A medicina ayurveda deixa bem claro que a massagem ainda nutre o organismo, ajuda em problemas mentais e emocionais, rejuvenesce, revigora e revitaliza, ajudando na virilidade e na virilidade masculina e evitando a frigidez feminina.
Existem poucas contra indicações para a massagem, mais todas sempre precisam ser muito bem observadas. O excesso de ama (toxina) no organismo é algo que sempre precisa tomar cuidado, como por exemplo: febres, resfriado, constipação. Outros fatores devem ser observados como a diabete, pressão sanguínea, problemas de pele, osteoporose entre outros.
Por Erick Schulz*
Vice-Presidente da Associação Brasileira de Ayurveda.
*Diretor do Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala.
Conheça as Massagens Ayurvédicas do AUM STUDEO - Yoga e Ayurveda
Related Posts with Thumbnails